GameVicioFórumClubVicio
GameVicioFórumClubVicio

[review] Ryse Son Of Rome - Xbox One

Fórum GameVicio » Meu Review » [review] Ryse Son Of Rome - Xbox One
[review] Ryse Son Of Rome - Xbox One
CCPG
CCPG arrow_drop_down
    starstarstarstarstar
    Começando a Saber
    ID: #1934497
    Membro desde
    # [review] Ryse Son Of Rome - Xbox One
    Resposta de CCPG.
    RYSE SON OF ROME - XBOX ONE

    Hoje eu trarei para você, uma análise do game Ryse - Son of Rome, título este exclusivo para Xbox One. Será que o game é mesmo tudo isso que andam falando por aí? Será que vale a pena comprar? Calma... Você logo logo já vai descobrir. Então relaxe, prepare um lanchinho e se acomode enquanto rola o gameplay.

    Para começar, a título de curiosidade, "Ryse: Son of Rome" foi uma concepção criada originalmente para ser um game de Xbox 360, em uma perspectiva em primeira pessoa, e com jogabilidade atribuída ao Kinect. Acabou que a Crytek, a mesma desenvolvedora do game Crysis, evoluiu tanto sua engine gráfica, a CryEngine 3, que as possibilidades do game ser lançado na nova geração eram eminentes. E foi o que aconteceu.

    Hoje, "Ryse son of Rome", pode-se dizer que tornou-se o "showcase" gráfico dos consoles da nova geração. Isto é, se tornou um exemplo de como os games da nova geração tem potencial gráfico, uma vez que estamos falando da primeira leva de games.

    ENREDO

    Falando agora da história do game e sua campanha, em "Ryse" você controla o legionário Marius Titus, em uma jornada por vingança, derrotando Legiões de bárbaros e retornando à Roma, em busca de seus verdadeiros inimigos.

    Além de muita barbárie, disputas e intrigas entre os nobres, o senado e o próprio imperador de Roma, Ryse tem muito a oferecer em sua trama com citações aos deuses e seus legionários memoráveis. Aqui a história se passa numa versão alternativa do império de Nero, o mesmo imperador que ateou fogo em Roma.

    Com cutscenes muito bem produzidas e com gráficos em tempo real, a história embora cheia de clichês irá te prender por ser uma temática muito bem apreciada no cinema e nos livros.

    GRÀFICOS

    A Crytek conseguiu fazer com Ryse, algo ainda mais belo que ela já fez em seus outros games. O game realmente é tudo isso que você anda ouvindo por ai na internet e me surpreendeu tamanha a quantidade de detalhes e animações impressionantes.

    O game é repleto de efeitos realísticos de fogo, partículas e fumaça. As texturas que encobrem elementos metálicos, o solo, a chuva e tudo mais no game, são muito bem aplicadas.

    Para se ter ideia, o game é tão bonito, que em certos momentos, você terá a sensação de estar jogando uma cutscene pre-renderizada. Alguns amigos meus, quando tiveram seu primeiro contato com o game, nem puderam acreditar que aquilo já se tratava do jogador controlando o game.

    E confesso que fique tão boquiaberto que, diversas vezes, durante batalhas intensas contra os bárbaros, fiquei parado somente para observar o cenário e suas belíssimas animações. Logicamente levei vários golpes por ficar alí babando sem fazer nada.

    JOGABILIDADE

    Ryse tem uma jogabilidade ao meu ver, bastante simples. Esta jogabilidade se restringe basicamente a combates, e neste quesito, me fez lembrar muito o game Batman Arkham. Calma... antes que você atire a primeira pedra, me refiro unicamente ao fato de Ryse possuir um sistema de combate que permite com o pressionar de um botão, interceptar o ataque de seus adversários assim como no jogo do Batman.

    Além de correr, se jogar com rolamentos de esquiva, defender com seu escudo e executar seus oponentes, em Ryse haverá momentos em que você deverá interagir com lanças e escudos, seja sozinho ou em formação com outros soldados romanos.

    As execuções, que são baseadas em QTE´s, isto é, Quick time events, apesar de serem cinematográficas e admiráveis no primeiro instante, poderiam ser melhor implementadas.

    Isto porque Ryse tem um sistema de combos, onde a quantidade de hits aumenta a cada golpe, e durante as execuções podemos fazer multiplicadores de combos apenas apertando o botão na cor correta. X para Azul e Y para amarelo.

    Isto até é bonito de se ver na tela, mas se você apertar o botão errado no momento da execução, o golpe fatal será desferido de qualquer modo, não importando qual botão aperte. A única penalidade será a perda do multiplicador e da contagem do combo. Ou seja, ninguém vai se importar com o combo em si.

    Mesmo contando também com um sistema de bônus de habilidades, acionável pelo direcional do joystick, a jogabilidade neste tipo de game pode ser um tanto quanto repetitiva as vezes, mas isso não é um defeito do game, mas sim, uma característica do gênero.

    AUDIO

    Falando agora da parte de áudio, o game, como devem saber foi totalmente traduzido para o português do Brasil. Não só traduzido, mas sim localizado no Brasil. Isto significa uma maior atuação entre as cenas e suas dublagens, que por sinal ficaram muito bem produzidas e muito próximas da qualidade das traduções de alguns filmes no Brasil.

    Os efeitos sonoros no game são dignos da sua complexidade. Tudo é muito bem retratado e a sonoplastia não deixou a desejar em nenhum momento. Todo o caos das batalhas e invasões tem seus respectivos efeitos sonoros fazendo com que o jogador realmente se sinta na batalha.

    As músicas, seguem os temas parecidos e já conhecidos do cinema, como os clássicos 300 e Gladiador. Muito bem ambientadas por sinal.

    MODO CAMPANHA

    Apesar de lindo graficamente, e com um enredo envolvente, Ryse deixa um gostinho de "quero mais" logo ao terminar a campanha. No modo de dificuldade média, o jogador consegue terminar a campanha em 5 ou 6 horas, a não ser que você seja um daqueles jogadores que adora explorar cada pedregulho do cenário, coletando todos os colecionáveis e fazendo todas as conquistas do game.

    E isto eu pude sentir não por causa da duração da campanha. Mas sim pela quantidade absurda de detalhes do cenário. Achei realmente um desperdício passar correndo por todos os cenários durante as lutas e não parar calmamente para apreciar seus detalhes. Tanto é que eu o fiz depois.

    MODO MULTIPLAYER

    O modo multiplayer de Ryse, bem que poderia ser um pouco melhor e com mais possibilidades. O modo oferece suporte apenas para dois jogadores, que irão encarar o papel de gladiadores no Coliseu de Roma, derrotando hordas de inimigos em rounds que envolvem objetivos simples, tais como eliminar arqueiros, destruir catapultas e executar inimigos.

    Antes de cada batalha deve-se escolher uma divindade, que concede bônus específicos na arena.

    As arenas recontam batalhas do jogo ou retratam cenários distantes. A cada round o cenário muda, com plataformas trazendo novas rotas e armadilhas que podem ser usadas tanto pelos jogadores quanto pelos inimigos.

    FATOR REPLAY

    Conhece aqueles games do gênero "Zerou, cabou"? È... aquele tipo de game que você termina e larga ele esquecido no canto?!

    Pois bem, Ryse esbarra neste gênero. Por ter uma jogabilidade um tanto repetitiva e um modo multiplayer muito limitado, provavelmente você não vai jogar o game mais de 3 vezes. A não ser que, como eu disse anteriormente, você seja um exímio caçador de itens colecionáveis e de conquistas.

    Outro fator que contribui por deixar o game um pouco repetitivo, são as hordas de inimigos, que por sua vez possui uma variedade muito limitada e fará com que você derrote uma legião de gêmeos idênticos do começo até o fim do game.

    CONSIDERAÇÕES FINAIS.

    Ryse tem vários pontos positivos como:
    - Gráficos excepcionais
    - Um sistema de combate que favorece uma experiência totalmente cinematográfica
    - Ótimas traduções localizadas no Brasil e excelentes efeitos sonoros

    Mas também possui pontos fracos, como:
    - Uma campanha curta
    - QTE´s que não penalizam o jogador que erra a sequência de botões
    - Uma jogabilidade um tanto quanto repetitiva

    Considerando que o lineup de games para os consoles da nova geração é escasso, certamente Ryse son of Rome é um game que você deveria ter em casa em conjunto com outro gênero que você se diverte bastante. Se levarmos em conta somente os games do lançamento do console, certamente Ryse se destaca dentre os games disponíveis.

    Eu vou ficando por aqui, mas deixo meu grande abraço pra você. Tchau tchau!
    TarekVilela
    TarekVilela arrow_drop_down
      starstarstarstarstarstarstarstarstarstarstar
      GameViciado Master
      Ajehwvgwgwudwb
      ID: #1942981
      Membro desde
      Masculino, 21 anos
      # Re: [review] Ryse Son Of Rome - Xbox One
      Resposta de TarekVilela.
      Boa Review
      Clique para ver a imagem em tamanho original
      FlashBack
      Flash.Back arrow_drop_down
        starstarstarstarstarstarstarstarstarstarstarstarstarstar
        GameViciado Super
        ID: #1946068
        Membro desde
        Masculino, 23 anos, Solteiro
        # Re: [review] Ryse Son Of Rome - Xbox One
        Resposta de Flash.Back.
        Ótima análise.
        Fórum GameVicio » Meu Review » [review] Ryse Son Of Rome - Xbox One